Themístocles busca a vice e defende menos partidos para 2022

Para o parlamentar, com o fim da coligação proporcional, a aglutinação de candidatos em menos partidos pode ser a melhor estratégia para os aliados

15 de junho de 2021, às 14:00 | Tarcio Cruz

O Presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), voltou a afirmar o seu interessa na vaga de vice-governador da chapa governista para 2022. O nome dele é praticamente um consenso dentro do MDB para acompanhar o candidato petista, Rafael Fonteles, na disputa pelo governo estadual.

Hábil articulador político, Themístocles também reafirmou a ideia do MDB de reduzir a quantidade de partidos na base aliada. Com o fim da coligação proporcional, a aglutinação de candidatos em menos partidos pode ser a melhor estratégia para os aliados, o emedebista defendeu o plano.

“No passado já coloquei meu nome para que o partido me indicasse para vice-governador, estou tranquilo, quero ter essa unidade no MDB. Acredito em pesquisa também, temos que fazer pesquisas, o cidadão tem que saber interpretar a pesquisa, as vezes você começa pequeno e tem chances reais de ganhar. O menor número de partido ajuda nós fazermos mais deputados estaduais e federais”, finalizou o parlamentar.

Themístocles reafirma interesse em candidatura a vice