PSL do Piauí acredita na volta de Jair Bolsonaro para o partido

"Ocorreu um mal-estar no passado, mas está havendo uma onda para que o presidente volte a se filiar a legenda", disse o parlamentar

18 de março de 2021, às 14:00 | Tarcio Cruz

Após idas e vindas e muitas críticas públicas, o caminho do Presidente Jair Bolsonaro deve ser mesmo a volta para o seu antigo partido, o PSL. A informação foi confirmada pelo presidente do partido no Estado, vereador Luís André. 

A legenda se articula para se fortalecer no Estado e já oficializou o convite a nomes importantes da política piauiense como a Secretaria de Economia Solidária de Teresina, Gessy Fonseca, o filho do prefeito de Teresina, Pessoinha e o ex-vereador da capital Inácio Carvalho.

Luís André explicou o acordo que deve viabilizar o retorno de Bolsonaro para o partido e demonstrou otimismo com a possível chegada de Bolsonaro.

“Com a eleição da Câmara o presidente nacional do partido, Luciano Bivar, está fazendo parte da primeira secretária após um acordo entre os bivarianos e os bolsonarianos. Teve um mal-estar no passado, mas está tendo uma onda para que o próprio presidente volte ao PSL. Vamos esperar uma decisão nacional mas esperamos que o retorno aconteça. Em 2018 fizemos 50 deputados federais, quem sabe ele voltando a gente possa fazer até mais”, finalizou.

No cenário estadual o partido trabalha para conseguir um feito inédito e conseguir uma representação federal.

“Já começamos a conversar com alguns ex-vereadores, inclusive ontem estivemos com o vereador Inácio Carvalho, inclusive chamando ele para se filiar ao partido. A Secretaria Gessy Fonseca, o advogado João de Deus, o partido tem o foco de fazer deputado federal no estado do Piauí, foi uma incumbência da decisão nacional e vamos trabalhar para cumprir o objetivo”, concluiu o dirigente partidário.

Vereador Luís André