No Piauí, Arthur Lira critica Rodrigo Maia e conversa com deputados

O parlamentar prometeu acelerar a tramitação da agenda econômica das reformas caso seja eleito o novo presidente

12 de janeiro de 2021, às 18:30 | Tarcio Cruz

O candidato a presidência da Câmara dos deputados, Arthur Maia (PP-AL), revelou em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (12/01) que espera o apoio de no mínimo seis, dos dez deputados federais do estado. Em visita ao Piauí o parlamentar conversou com a imprensa no auditório do aeroporto senador Petrônio Portela, o parlamentar fez duras críticas ao atual presidente da Câmara Rodrigo Maia e prometeu acelerar a tramitação da agenda econômica das reformas caso seja eleito o novo presidente.

Durante a solenidade, que contou com a presença de apenas quatro dos dez deputados federais do Piauí, Arthur Lira revelou detalhes da sua plataforma de gestão para o parlamento federal e destacou o diálogo e a coletividade como o principal trunfo na disputa pela presidência.

“Aquela cadeira representa a democracia, ela teve a sua função desvirtuada nos últimos anos porque naquele poder legislativo nós não temos chefe, temos iguais. Nos últimos anos vimos o eu faço, eu posso, eu aconteço, eu não faço, eu engaveto. A nossa chapa é a chapa do nós, do coletivo, que vai dar vez e voz aos deputados. A outra chapa é a chapa do EU, isso é ruim, toda a centralização de poder traz prejuízos para o Brasil, precisamos destravar as pautas e colocar a casa para trabalhar em sua plenitude”, diz o deputado.

Além dos PROGRESSISTAS, Iracema Portella, Margarete Coelho e Átila Lira, somente o Deputado Federal Júlio César (PSD) participou da visita. Arthur Lira demonstrou otimismo em obter a maioria no Estado.

“Eu queria o apoio dos dez deputados, acho que a maioria consagrada dos deputados do Piauí a gente vai ter. Aqui nós temos uma bancada muito aguerrida, que briga muito. O senador Ciro representa muito o cenário do Piauí e a gente sabe o quanto o Piauí melhorou com os investimentos da bancada federal. A gente espera a maioria, voto é uma coisa que temos conquistar, eu tenho a esperança de que a gente tenha pelo menos dois terços da bancada do Piauí”, finalizou.

O parlamentar alagoano também falou sobre outros temas importantes, veja os principais pontos da entrevista coletiva.

RODIGO MAIA

“Eu quero dizer que o presidente da casa (Rodrigo Maia) não é candidato, tem gente que costuma dizer ‘Câmara Livre e independente’, quero ver a câmara livre do Rodrigo Maia. Ninguém suporta mais o quarto mandato dele, ele já cumpriu o seu papel, o candidato dele é o Baleia Rossi. Meu partido sempre dialogou com os deputados. As ingerências que estão existindo são de exonerações de servidores e loteamento de cargos que venderam suas ideologias em troca de cargos dentro da Câmara”.

APOIO DE OLSONARO

“Uma coisa é apoio externo ou preferência de qualquer uma pessoa. O que quero deixar claro é que contamos com a previsibilidade das nossas ações para dar conforto tanto ao presidente da República quanto aos deputados. Nosso pensamento é resgatar a câmara para dar estabilidade ao País”.

REFORMAS

“Na pauta econômica vamos votar algumas reformas que o Brasil está esperando e esperou o ano todo, como a reforma da PEC Emergencial que vai dar condição para uma folga orçamentária para votar projetos importantes como o auxílio emergencial ou a prorrogação de um programa que dê atenção a base da pirâmide, que estão abaixo da linha da pobreza. A PEC administrativa e por fim a reforma tributária, a mais complexa de todas elas”.

Deputado Federal Arthur Lira