Suspeito de matar segurança do governador é morto em Teresina

Um irmão de Wanderson disse que os autores do assassinato são pessoas que tinham desavenças com a vítima

07 de janeiro de 2021, às 17:30 | Ravi Marques

Um homem de 23 anos, identificado como Wanderson Vieira de Sousa, foi morto a tiros na Avenida Noé Mendes, Bairro Dirceu Arcoverde, Zona Sudeste de Teresina. A vítima chegou a ser socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas não resistiu e morreu em seguida.

Wanderson é suspeito de participar do assassinato do soldado Francisco das Chagas Nunes, segurança do governador do Piauí, Wellington Dias, durante uma tentativa de assalto em 2015. O crime aconteceu quando Francisco fazia a segurança do filho do governador em um culto evangélico na Rua Raimundo Portela, no Bairro Ininga, Zona Leste de Teresina. O PM trabalhava há 10 anos para a família de Wellington Dias.

A polícia não soube informar a motivação do crime e até agora ninguém foi preso. Um irmão de Wanderson disse que os autores do assassinato são pessoas que tinham desavenças com a vítima. O DHPP (Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa) investiga o caso.

Local do assassinato


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS