Justiça do Piauí manda Facebook desativar perfis que aplicam golpes

A decisão foi do juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara Criminal da Comarca de São Raimundo Nonato

13 de maio de 2022, às 10:00 | Editoria de Polícia

A empresa Meta Platforms Inc. tem um prazo de 72 horas desativar perfis falsos no Facebook e Instagram, criados em diversas partes do Brasil, que praticam golpes virtuais promovendo e comercializando produtos.

Os criminosos, através dos anúncios falsos, invadem as contas das vítimas mudando os dados de acesso e impedindo que o proprietário recupere mesmo seguindo os passos estabelecidos pelas redes sociais. 

A decisão foi do juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da 1ª Vara Criminal da Comarca de São Raimundo Nonato, que fixou multa de R$ 10 mil por dia em caso de descumprimento. 

O pedido foi feito Polícia Civil do Piauí através do Delegado Matheus Zanatta, da Gerência de Polícia Especializada, José Anchieta Nery, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática e Marcelo Barreto da Delegacia de São Raimundo Nonato. 

A decisão alcança as contas invadidas de residentes no Estado do Piauí e a Meta Platforms Inc. terá que pagar uma multa de R$ 10.000,00 por dia em caso de descumprimento.

Decisão estabelece um prazo de 72 horas para retirada dos perfis


REDES SOCIAIS

VÍDEOS MAIS VISTOS