Ajudante de pedreiro é assassinado durante o trabalho em Teresina

O dono da residência, que não quis se identificar, disse que não sabia que Joicielton usava tornozeleira eletrônica

12 de dezembro de 2020, às 09:00 | Ravi Marques

Um jovem de 19 anos, identificado como Joicielton Railson Bezerrra, foi assassinado com pelo menos cinco disparos de arma de fogo, no Residencial Nova Alegria, na Zona Sul de Teresina. Dois carros com seis homens encapuzados esperaram o jovem sair da casa onde trabalhava como ajudante de pedreiro para cometer o crime na calçada.

O dono da residência, que não quis se identificar, disse que não sabia que Joicielton usava tornozeleira eletrônica e ao descobrir, mandou o rapaz ir embora.

"Ele estava trabalhando aqui há três dias. Sempre vinha de calça comprida. Hoje, por um descuido, ele deixou a tornozeleira a mostra. Questionei ele, que disse que era porque tinha batido na irmã e foi preso, depois foi solto, mas usando a tornozeleira. Eu disse que não queria mais ele aqui na minha casa e falei pra ele ir embora. Eu fui no supermercado e disse que quando voltasse não queria mais ele aqui. Assim que sai de casa, mataram ele", disse o dono da casa.

Joicielton morava no Bairro Ilhotas, na Zona Sul, e teria se mudado para a região do Nova Alegria há uma semana. Segundo testemunhas, o motivo da mudança foi para se esconder de inimigos. Até o momento a polícia não localizou os bandidos.

Vítima foi morta com 5 tiros / FOTO: Portal GP1