SESI-PI vai participar da Olimpíada Brasileira de Robótica

Serão três equipes que vão participar da competição que ocorre de forma virtual no período de 10 a 14 de novembro

08 de novembro de 2020, às 11:00 | Editoria de Geral

Três equipes de escolas do Serviço Social da Indústria (SESI-PI) irão representar o Estado na etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontecerá de forma virtual no período de 10 a 14 de novembro.

A equipe Boryscley da Escola Conselheiro Saraiva de Teresina ficou em primeiro lugar na Etapa Estadual da OBR no nível I fundamental e a equipe INTZ Lego da Escola Integrada Dep. Moraes Souza de Parnaíba ficou na segunda colocação. Já a equipe Angry Sharks da Escola Integrada Dep. Moraes Souza de Parnaíba ficou em segundo lugar representando no nível médio

O professor de Robótica da Escola SESI Conselheiro Saraiva, Rubens Batista, explica que a OBR já faz parte da rotina anual dos alunos do SESI e que desde o início do ano estava treinando para a competição, mesmo antes de saber se seria realizada na modalidade presencial ou virtual.

“A OBR é uma atividade que acontecia todos os anos na modalidade presencial e a Etapa Estadual era realizada em Parnaíba, então passamos de 4 a 5 meses nos preparando. Porém por conta da pandemia do novo coronavírus fomos informados pela direção nacional que aconteceria na modalidade e virtual e a partir dessa informação os alunos começaram a utilizar os simuladores para treinar”, pontua.

Rubens Batista disse que o primeiro lugar na Etapa Estadual foi resultado de uma grande superação, primeiro porque teve a novidade da modalidade virtual e segundo porque as equipes tiverem dificuldades com os simuladores e com as provas de ordem técnica.

“O SESI conseguiu ter 3 representantes na Etapa Nacional da OBR, onde competem os 3 primeiros do nível fundamental e os 3 primeiros do ensino médio da Etapa Estadual. A nossa expectativa em relação a competição nacional é melhorar a nossa posição no ranking para estarmos sempre nas primeiras posições a nível nacional. Vamos aprender o máximo possível e tirar proveito dessa experiência”, finaliza Rubens Batista.


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS