Para evitar fraudes nas bombas, postos terão selo digital

Com a medida, que tem prazo de conformidade de 15 anos, os consumidores terão maior confiança na hora de abastecer veículos

16 de novembro de 2019, às 17:01 | Ravi Marques

Muitas denúncias de fraudes chegam até os órgãos fiscalizadores da defesa do consumidor, entre as denúncias está a fraude em postos de combustíveis no que diz respeito ao abastecimento.

Por causa disso as bombas terão de ser certificadas por selo digital do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). Com a medida, que tem prazo de conformidade de 15 anos, os consumidores terão maior confiança na hora de abastecer veículos.

O objetivo é evitar a fraude, que acontece no ato do abastecimento.

"Já fui em vários postos de Teresina e percebo o roubo. Peço pra abastecer um valor x e quando termina o ponteiro no painel do carro não sobre como deveria", disse o motorista Valdeck Pedroza.

Não só os consumidores, mas os donos de postos gostaram dessa determinação, onde tudo deve ser fiscalizado

"Quem vai ganhar é o consumidor, que vai ter uma segurança de que aquele posto que recebeu a presença da gente é de confiança e o empresário também já enunciou satisfação", disse Maicon Danilo, diretor do IMEPI.

Bombas terão que ter selo digital