MENU mobile

"PT não teria problemas em apoiar Ciro para governador", diz Franzé

Em tom conciliador, o parlamentar afirma que é mais fácil o PROGRESSISTAS ganhar no atual time e que o PT quer manter a harmonia

Reportagem de Wesslley Sales

O Partido dos Trabalhadores trabalha para manter o PROGRESSISTAS na base em 2022 e, para isso, não haveria problema em apoiar o senador Ciro Nogueira para governador. 

É o que diz com exclusividade o deputado estadual Franzé Silva nesta entrevista. 

Em tom conciliador, afirma que é mais fácil o PROGRESSISTAS ganhar no atual time e que o PT está dando sinais de que quer manter a harmonia.

Desde 2019 temos buscado este caminho, do diálogo, levando em consideração a importância de cada uma das bancadas dentro do parlamento. Queremos evitar conflito.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - O que foi discutido até agora sobre as Comissões, uma vez que o PT é uma das maiores bancadas?

FRANZÉ SILVA - Estamos em processo de diálogo na Assembleia, tanto com o novo líder do governo como líderes de alguns partidos. Esta será uma semana intensa. O que ficou acertado é que iríamos agora tentar buscar alternativas de quem vai conduzir cada uma das as sete comissões permanentes da Assembleia Legislativa do Piauí. Desde 2019 temos buscado este caminho, do diálogo, levando em consideração a importância de cada uma das bancadas dentro do parlamento. Queremos evitar conflito.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Comissão de Constituição e Justiça é reivindicação do Partido dos Trabalhadores?

FRANZÉ SILVA - Não. Nós não temos essa corda esticada ao máximo, não. Levando em consideração o número de deputados que teremos na Casa e hoje, com a saída do Deputado Pablo (Santos) para assumir a Fundação (Hospitalar) nós teremos a posse do Deputado João de Deus. Então, teremos concretamente a maior bancada na Assembleia Legislativa. Vamos dialogar. Queremos harmonia para dar bom andamento aos trabalhos. PT tem demonstrado que o maior foco é dar governabilidade à gestão do Governador Wellington Dias. Não criamos problema na eleição da Mesa Diretora de 2019, nem na formação do primeiro time de deputados que iria conduzir as Comissões. Não queremos criar conflito na Assembleia de modo a criar problema para os projetos que o Governador Wellington Dias precisa tramitar naquela Casa.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Quando o senhor imagina que saiam essas definições?

FRANZÉ SILVA - Abrimos essa rodada de diálogos e até depois do Carnaval cada partido terá sinalizado qual Comissão tem interesse e apaziguado as acomodações para não ter racha na base governista.

Acredito que o senador Ciro pode ser nosso candidato. Porque não? Ajudou a construir este grupo e traz muitos recursos para o Piauí. Está credenciado para ser governador.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Como o senhor vê a possibilidade de conflito nos municípios entre partidos da base, como PT e PROGRESSISTAS? Já se fala até em um certo afastamento.

FRANZÉ SILVA - Estamos tratando de forma muito prudente. PROGRESSISTAS são nossos aliados de primeira hora, desde 2014 estamos unidos para ganhar a eleição. Esperamos em 2022 manter este time. O governador Wellington Dias é muito habilidoso e consegue entender uma certa rapidez de algumas pessoas que querem antecipar o processo eleitoral de 2022. Ainda temos o que dialogar com membros do PROGRESSISTAS, principalmente com o senador Ciro Nogueira, que foi votado por nós em cada uma das cidades pedindo voto para ele. 

Não acredito neste racha, por mais que algumas pessoas queiram colocar isso na pauta do dia. Acredito que este time tem compromisso com o desenvolvimento do Piauí. Não podemos deixar de reconhecer o trabalho do Senador Ciro, uma pessoa que tem trazido recursos para o Estado. O governador Wellington Dias tem capacidade administrativa e de liderança. Então, a soma deste trabalho tem trazido benefícios para o Piauí. Não podemos correr o risco de ter uma situação de um grupo político que vem tirando o Piauí de indicadores negativos e entregar para o atraso de antigamente. Cada um dos políticos piauienses tem que ter muita serenidade porque isso tem consequência em cada pessoa no Estado. 

O governo que venha a assumir sem um grande apoio político dos partidos, um trabalho organizado nas bancadas Federal e Estadual, traz um retrocesso. Sabemos de quando havia aquele ciclo de retomada de poder sem harmonização vimos atraso de salários e indicadores ruins ano após ano. Temos visto no país Estados com atraso de salários e prejuízos em várias áreas das políticas públicas, caso se penúria mesmo. Apesar da crise o Piauí tem atravessado de forma a ainda trazer investimentos. Precisamos manter o Piauí em estabilidade. Apoiamos por unanimidade a condução do deputado estadual Júlio Arcoverde à vice-Presidência da Assembleia, um sinal claro de que queremos o PROGRESSISTAS como aliado. Assim também será na formatação das Comissões.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Mas, é inegável que há também um certo afastamento dos dois líderes (Ciro e Wellington).

FRANZÉ SILVA - O senador Ciro e o Governador Wellington Dias fazem um grande trabalho pelo Piauí. Também não posso negar o grande trabalho do Senador Marcelo Castro (MDB), entre outras lideranças que tem capacidade de administrar o Piauí. Acredito que o senador Ciro deve saber, pela força do grupo do qual ele faz parte, que pode ganhar a eleição em 2022. Certamente sabe que é mais fácil ganhar do lado de cá do que em outro grupo que ainda terá que formar. Eleição é eleição. Ninguém projeta a vontade do eleitorado, ou seja, não posso dizer que o Governador Wellington Dias ganharia eleição com a saída do PROGRESSISTAS. 

Espero que não saiam e este é nosso objetivo, harmonizar. Estamos agora cuidando da eleição de 2020. Não interessa para nós discutir 2022 agora. Acredito que o senador Ciro pode ser nosso candidato. Porque não? Ajudou a construir este grupo e traz muitos recursos para o Piauí. Está credenciado para ser governador. Direi isso a ele que é mais fácil ganhar eleição juntos, sendo ele ou outro, desde que tenhamos escolha harmônica. Daremos outros sinais de que o PT não está esticando a corda.

© 2021 . Portal Douglas Cordeiro - Os Bastidores da Notícia. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reeescrito ou redistribuido sem autorização.