MENU mobile

Piauí é o primeiro colocado em mortes de motociclistas do Brasil

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal revelou que operações estão sendo planejadas para o ano de 2020

Reportagem de Ravi Marques

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Piauí, Stênio Pires, concedeu uma entrevista ao Portal Douglas Cordeiro e a Rádio Clube FM, onde explicou dados importantes relacionados a acidentes, prisões e apreensões, além de mortes nas estradas federais que cortam o estado. 

Stênio Pires falou ainda que mais da metade dos acidentes e mortes no trânsito é de motociclista ou do passageiro de moto. 

O superintendente revelou que operações estão sendo planejadas para 2020.

Só em 2019 o total de pessoas autuadas pela PRF por conduzirem veículos não habilitados foi de quase 6.800 pessoas, isso significa que, por dia, a Polícia Rodoviária Federal pega, aproximadamente, 19 condutores inabilitados.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Houve uma coletiva de imprensa, na coletiva de imprensa o Senhor nos enviou aqui uma espécie de planejamento para 2020. Aí têm todos os dados aqui. Por exemplo, evolução da frota vs condutores habilitados, esforços de fiscalização, tem vários dados aqui que o senhor levantou juntamente com toda a equipe da Polícia Rodoviária Federal. Queria saber do senhor exatamente o seguinte, além desses números apresentados, o que é que o piauiense pode esperar da polícia rodoviária para 2020?

STÊNIO PIRES - A Polícia Rodoviária Federal tem adotado uma política de análise de dados e de preparar as ações, todas com base em cima de informações para que nós possamos ser mais assertivos, e alcançarmos resultados melhores, mesmo com todas as dificuldades de pessoal que a gente tem. Então esses dados foram importantes, são dados referentes ao ano de 2019, do alcance dos dados que nós tivemos, dos resultados alcançados pela Polícia Rodoviária Federal no ano 2019 comparado aí com o ano 2018, e que tenha inclusive alguns números que chamam bastante nossa atenção da Polícia Rodoviária Federal, e que vão servir de embasamento e de estudos para podermos planejar, que já foi planejado, analisar os dados e planejar as ações de 2020.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Quais são as conclusões que o senhor pode antecipar, baseado nos dados coletados, nesse planejamento que foi feito, o que é que pode nos trazer de conclusões de 2019?

STÊNIO PIRES - Primeiro alguns dados que nos preocupam muito, como por exemplo, só nesse ano o total de pessoas autuadas pela PRF por estarem conduzindo veículos não habilitados foi de quase 6.800 pessoas, isso significa que, por dia, a Polícia Rodoviária Federal pega, aproximadamente, 19 condutores inabilitados por dia no trânsito nas rodovias federais, ou seja, pessoas inabilitadas que não tem condições, ou não fizeram testes e isso trás um risco muito grande para os demais usuários. No caso também de alcoolemia é um outro dado que nos preocupa bastante, nós pegamos em média, por dia, quase três usuários, quase três condutores que ou estão alcoolizados, ou eles se recusaram a fazer o teste de alcoolemia, ou seja, com medo de fazer o teste e dá positivo, aí existe a atuação específica por recusa, nesse caso são quase três por dia que nós pegamos, então também é um número muito alarmante que nos preocupa muito aqui nos dados que foram apresentados, que nós alcançamos no ano passado. 

Ano passado, foram quase 500 quilos de cocaína apreendidos no nosso estado, se nós compararmos com o ano de 2018 foi um aumento de quase 1000% na quantidade a mais apreendida no ano de 2019, dessa situação nós identificamos que as rodovias federais do estado do Piauí estão sendo utilizadas como rota, boa parte, grande parte dessa droga, não tem como destino o estado do Piauí. Os principais locais em que fizemos as apreensões foram no sul do estado, na região de Floriano e Picos, e muitos desses veículos e pessoas que foram detidas com essa drogas estavam com destino outros estados, principalmente o estado do Ceará.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - O que nós podemos concluir a partir disso? O trânsito está extremamente perigoso? pode ser considerado um trânsito perigoso? E aí nós não estamos nos referindo nem a questão das estradas assim, mas de quem trafega nela, ou seja, dos motoristas. É um trânsito delicado, trânsito do Piauí, que a polícia rodoviária, baseado nisso, tem que fazer um determinado tipo de planejamento específico para 2020?

STÊNIO PIRES - Isso, proporcionalmente o trânsito do Piauí é um dos que mais matam no Brasil, com base nas mortes que tivemos nas rodovias federais. Ano passado nós registramos 149 mortes ao longo das rodovias federais, 10 a menos do que no ano anterior que foram 159 mortes, resultando em uma redução de 6%. Mas o que nos preocupa, chama muita atenção, das mortes que ocorreram no ano passado, é que dá 149 mortes, 73, quase a metade, foi de ocupantes de motocicletas, infelizmente uma situação muito recorrente no nosso Estado. Por exemplo, foi o que aconteceu naquela tragédia que tivemos essa semana, o número de pessoas sendo transportadas na moto, muito maior do que a sua capacidade, já pegamos 4, 5 pessoas. No caso da última tragédia, eram quatro. Tem casos em flagramos até 6 pessoas em uma motocicleta. Então é uma situação absurda, a maioria das pessoas que conduz moto no Piauí é inabilitada, ou seja, não tem condições.

É uma situação absurda, a maioria das pessoas que conduz moto no Piauí é inabilitada, ou seja, não tem condições.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Se nós falarmos do interior do Piauí, a situação é pior ainda?

STÊNIO PIRES - Muito pior. No interior temos uma situação em que dos 224 municípios do Piauí, entre oito e dez possuem órgão municipal de trânsito. Então dentro da grande maioria dos nossos municípios não tem fiscalização e o cidadão está acostumado a trafegar, dentro município, dividindo o trânsito com outro motociclista, ou um ciclista, um carro pequeno, e ele vai nessas mesmas condições e entra numa rodovia federal. E ele passa a disputar um mesmo espaço, na grande maioria das vezes também pista simples, passa a disputar espaço com bitrens, carretas, e quem está desenvolvendo grandes velocidades de 70, 80, ou 90 Km/h, e a pessoa acaba se perdendo ali, não tendo habilidade suficiente, se envolvendo em acidente grave, em boa parte desses acidentes, infelizmente, resulta em morte.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - Nós temos as operações que são de rotina, operações durante o carnaval, operações da Semana Santa, operações durante o período de férias, mas especificamente, com base nesses dados, o que a policia rodoviária já planejou para esse inicio de 2020?

STÊNIO PIRES - Nós já fizemos todos os levantamentos dos dados, o principal planejamento é ação com relação as motocicletas. Nós temos aí a questão desses acidentes e ação criminosas utilizando bicicleta e motocicleta. Então nós vamos atuar numa fiscalização mais rigorosa com relação as motos. Esse trabalho já iniciou agora, no começo do ano, e vai se estender durante todo o ano. Também nós já verificamos que nas sextas, sábados de madrugada, temos a questão de alguns acidentes ocorrendo de pessoas que retornam de festas e baladas. Então, também iremos intensificar a fiscalização principalmente com a utilização do etilômetro, é muito comum a gente ter  acidentes envolvendo isso, essa questão de pessoas conduzindo veículos alcoolizada, também iremos intensificar a fiscalização na região sul. 

Nós temos a BR-135 que apresentou, não é a rodovia que teve mais morte, mas a letalidade proporcional ao número de acidentes lá é muito grande, e já aumentamos em 200% o efetivo destinado aquela rodovia, hoje nós vamos ter duas viaturas exclusivamente dedicada durante os 365 dias do ano 2020 ao patrulhamento daquela rodovia, com o objetivo de inibir acidente, inibir o combate à criminalidade na região, então é outra ação que já iniciamos com o reforço de 44 novos policiais que nós recebemos, boa parte deles foram destinados aquela região para reforçar o policiamento. Então essas são algumas ações. Iremos reforçar a capacitação do nosso efetivo para qualificá-lo melhor para o tráfico de drogas, para combater com mais eficiência o tráfico de drogas na nossa região também. Então, essas são as ações prioritárias, fora as ações corriqueiras do dia a dia que a Polícia Rodoviária Federal adotará para o ano 2020. Assim esperamos fechar o ano de 2020 com mais criminosos presos, com mais droga apreendida e também mais redução no número de mortes ao longo das rodovias.

PORTAL DOUGLAS CORDEIRO - O senhor falou ai de novos policiais, eu lembrei quando a gente passa nos postos da Polícia Rodoviária Federal, a gente observa vários em reforma, outros que já foram reformados. O senhor da última vez que esteve aqui falou também da abertura de novo posto, há possibilidade? Em resumo, como é que esta o planejamento para infraestrutura?

STÊNIO PIRES - Dentro do nosso planejamento para melhorar o atendimento a sociedade, nós estamos iniciando a obra de um novo posto na saída da BR 316 que vai substituir um posto antigo. Que é esse posto que está sendo usado hoje, ele fica agora depois do anel viário, isso vai melhorar o patrulhamento na região. Nós temos um projeto de conclusão do nosso Posto/Delegacia de Piripiri. Temos um projeto que vamos dar início, que é a ampliação da nossa delegacia de Parnaíba, uma estrutura muito precária e que vai trazer equipamentos modernos, a instalação de um sistema moderno de comunicação, que nós chamamos de rádio digital, para essa região que vai cobrir região metropolitana de Teresina, Piripiri, Parnaíba. 

Esse equipamento e sistema novo de rádio digital vão possibilitar a abertura e a parceria com outros órgãos como, a Secretaria de Segurança Pública, Polícia  Militar, Polícia Civil, e os órgãos municipais de segurança pública e trânsito, criando uma rede de comunicação complexa e completa entre todos os órgãos. Então em nenhuma ocorrência, por exemplo, todos poderão ser acionados imediatamente em apenas um rádio de comunicação. É a modernização de todo o sistema de trabalho da Polícia Rodoviária Federal e todo o sistema de modernização com o objetivo também de criar essas parcerias com as demais instituições de segurança pública.

Fotos cedidas pelo Portal GP1.

© 2021 . Portal Douglas Cordeiro - Os Bastidores da Notícia. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reeescrito ou redistribuido sem autorização.