W. Dias participa de encontro sobre vacinação contra COVID-19

“Será uma operação gigante e os estados estarão prontos para trabalhar de forma integrada”, disse o governador

26 de novembro de 2020, às 15:00 | Cobertura Coronavírus

O plano nacional de vacinação contra a COVID-19 será divulgado na próxima segunda-feira (30/11), pelo Ministério da Saúde. A informação foi anunciada, nessa quarta-feira (25/11), pelo governador Wellington Dias.

Segundo o chefe do Executivo piauiense e presidente do Consórcio Nordeste, em encontro realizado pelo Fórum dos Governadores, foi tratado sobre a coordenação do plano de imunização junto ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello; Fiocruz, Instituto Butantan, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Câmara e Senado, municípios e Conselho de Secretários de Saúde.

“Chegamos ao entendimento para estabelecer um cronograma que prevê para segunda-feira (30/11) a definição de um plano nacional para vacinação, um programa com regramento que definirá quantos pontos de vacinação haverá no Brasil, como ocorrerá o processo de compra e distribuição, haverá agendamento, qual a regra sobre a ordem de vacinação”, afirma o governador, declarando que as notícias são boas para o Brasil.

Wellington explica que o plano nacional de imunização vai definir a responsabilidade dos Municípios, Estados e União, formando uma rede que atuará em parceria com o setor privado. O governador também esclarece que, em reunião na próxima segunda-feira (30/11), serão definidas regras para armazenagem, apoio e qualificação das equipes e sistemas de segurança. 

“Será uma operação gigante e os estados estarão prontos para trabalhar de forma integrada”, explica Dias, declarando que o plano nacional vai tirar o Brasil de forma segura tanto desta pandemia, como vai abrir caminhos para que outras doenças possam ser tratadas e cuidadas com maior eficiência.

O governador explica que serão tomadas decisões importantes, como a definição da ordem de vacinação. 

“Vamos começar pelos profissionais de saúde, pessoas com mais de 60 anos”, relata Wellington, enfatizando que apresentou a proposta de agendamento para evitar o tumulto e o risco de transmissibilidade no período de vacinação.

O governador Wellington Dias anunciou o plano de logística de imunização contra a COVID-19 e, conforme cronograma, serão vacinados primeiramente os idosos com mais de 80 anos, pessoas com comorbidades e profissionais da saúde.

“A primeira vacina que for autorizada pela ANVISA vamos utilizar. O objetivo é utilizar várias vacinas já que um único laboratório não é suficiente para atender a quantidade necessária para imunizar a população", afirmou o governador.

A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que o planejamento já está sendo estudado há mais de 40 dias em parceria com o Ministério da Saúde, pelos setores que vão da Atenção Básica, Alta Complexidade em Saúde, Vigilância Sanitária e Comunicação.


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS