SESAPI reforça combate à COVID-19 em cidades com alta nos casos

A meta é analisar a situação, apresentar soluções e traçar ações conjuntas

24 de novembro de 2021, às 15:00 | Cobertura COVID-19

O Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Saúde, intensifica o apoio a todos os municípios que estão apresentando uma incidência maior de casos da COVID-19. Para auxiliar estas cidades, foi enviado um ônibus com profissionais da Atenção Básica, Coordenação de Imunização, Vigilância Sanitária, Rede Hospitalar e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde para a regional de Saúde da Serra da Capivara, a primeira contemplada com a ação.

Nesta quarta-feira (24/11) as equipes estão reunidas com os gestores de saúde e outras áreas de interesse, das cidades desta região, que tomaram conhecimento sobre a situação epidemiológica e coberturas vacinais desses municípios. 

“Nosso intuito é conhecer de perto quais as dificuldades destes gestores no controle da doença e qual a parcela da população que está adoecendo mais pela COVID-19. A partir daí, vamos traçar as estratégias de ajuda”, afirma o superintendente de Atenção à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães.

A região de saúde da Serra da Capivara foi a primeira a receber a ação, devido ao aumento de casos de COVID-19 em alguns municípios nos últimos 14 dias, mas o ônibus será enviado para todas as regiões de saúde do Piauí. O objetivo é apresentar para aos representantes dos Poderes Executivo, Legislativo, órgãos de controle, sindicatos, setor econômico, gestores regionais e municipais, dados e análises da situação da transmissão do vírus bem como, dados de coberturas vacinais e orientações para intervenções locais.

De acordo com pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz, pelo menos 64 cidades do Piauí registraram aumento no número de casos de COVID-19: Teresina; municípios da região de Campo Maior; região de Floriano e região de Valença do Piauí. Com o aumento no número de casos novos, aumenta o risco de transmissibilidade da doença.

O Secretário de Saúde, Florentino Neto, pede o reforço na vigilância dos casos e também para que seja intensificada a vacinação em todo o estado. 

“Pelo menos 214 mil piauienses ainda não voltaram para tomar a segunda dose da vacina contra a COVID-19, o que prejudica a imunização completa da população. Precisamos que todos estejam protegidos para que possamos sair dessa pandemia. Se chegou a sua vez de se vacinar, não deixe de ir”, pede gestor.

Equipe que viaja pelo Piauí