Senado aprova projeto que proíbe desativar hospitais de campanha

O texto estabelece que as unidades somente poderão ser desativadas caso haja leitos disponíveis na central de regulação

11 de fevereiro de 2021, às 16:30 | Cobertura Coronavírus

Na noite desta quarta-feira (10/02), o Senado Federal aprovou o projeto de lei que proíbe a desativação de hospitais de campanha enquanto não houver ampla vacinação nas cidades em que estão instalados. Texto segue agora para a Câmara dos Deputados.

O texto estabelece que as unidades somente poderão ser desativadas caso haja leitos disponíveis na central de regulação do respectivo ente, conforme parâmetros considerados seguros por especialistas e respectivos gestores, ou quando estiver vacinada mais de 70% da população local.

O  projeto, de autoria da senadora Rose de Freitas (MDB-ES), foi relatado pelo senador Marcelo Castro (MDB-PI), que apresentou parecer favorável à aprovação alegando a necessidade de manter todas as providências de enfrentamento ao novo coronavírus e variantes.

"Como tem essa nova variante do novo coronavírus no Amazonas, e não sabemos ainda como isso pode evoluir, então achamos prudente tomar todas as providências para não ser surpreendidos com uma nova onda", destacou Castro.

Senador Marcelo Castro