Em 3 semanas, Teresina reduziu 95% da fila de espera por UTI COVID

Na última semana de março a capital chegou ao ápice do colapso no sistema de saúde e registrou mais de 200 pacientes esperando uma vaga

23 de abril de 2021, às 16:00 | Tarcio Cruz

Após um mês de medidas rígidas de isolamento social aos fins de semana, a cidade de Teresina registrou na última quinta-feira (22/04) uma redução de 95% na fila de espera por leitos de UTI COVID. A informação foi confirmada pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde da capital, Dr. Gilberto Albuquerque. 

Na última semana de março a capital chegou ao ápice do colapso no sistema de saúde e registrou mais de 200 pacientes na fila de espera por um leito de UTI. Ontem, a FMS registrou 10 pedidos de internação em UTI em fila de espera.

O gestor da saúde na capital projeta uma redução ainda maior nas próximas semanas e aguarda o fim da fila de espera por UTI’s ainda no mês de abril.

“Nós estamos há uma semana com uma redução na fila de espera por leitos de UTI, hoje amanhecemos o dia com 10 pedidos apenas. Para quem já teve quase 200 estamos em um platô, deveremos ter mais duas semanas nesta situação e a partir de então deveremos ter leitos de UTI com folga”, afirmou Gilberto Albuquerque.

Dr. Gilberto Albuquerque