Sem acordo, motoristas e cobradores continuam em greve em Teresina

O Tribunal Regional do Trabalho marcou uma nova reunião para a próxima segunda-feira para tentar encontrar uma solução

12 de março de 2021, às 17:30 | Editoria de Municípios

A Desembargadora-Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT 22), Liana Ferraz de Carvalho, realizou nesta sexta-feira (12/03), reunião telepresencial com representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Piauí (SINTETRO-PI), do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) e do Ministério Público do Trabalho (MPT) com intuito de mediar uma conciliação entre as partes a fim de encerrar o movimento grevista de motoristas e cobradores que teve início no dia 08 de fevereiro deste ano, na Capital.

Dentre as propostas apresentadas, estão: o retorno imediato dos motoristas e cobradores para o dia 15 de março (segunda-feira); suspensão do movimento grevista por 120 dias; pagamento do salário relativo ao mês de janeiro até o dia 18 de março (quinta-feira) - caso a Prefeitura de Teresina faça o repasse antes da data, o pagamento deve ser feito em 24h.  

Mesmo havendo concordância por parte do SETUT, o SINTETRO pediu prazo para tomada de decisão. Antes, a categoria pretende consultar os sindicalistas para só então se manifestar sobre a proposta.  

Uma nova reunião ficou agendada para esta segunda-feira (15/03), às 11h00, no formato telepresencial. A reunião será transmitida ao vivo pelo canal do TRT 22, no YouTube.

Nova reunião está marcada para a próxima segunda