MPE-PI pede a cassação do prefeito de Barras e de seis vereadores

Na investigação, conduzida pelo Ministério Público Eleitoral e Polícia Federal, foram colhidos indicativos de corrupção eleitoral

08 de janeiro de 2021, às 12:30 | Editoria de Política

O Ministério Público Eleitoral ingressou com duas ações de impugnação de mandato eletivo, na 6ª Zona Eleitoral, pedindo a cassação do prefeito de Barras, Capote, da vice-prefeita Cynara Lages e dos vereadores Roberto Lages, Jovelina Furtado, Antônio Neto, Irlândio Sales, Maria Cunha e José Nascimento

Na investigação, conduzida pelo Ministério Público Eleitoral e Polícia Federal, foram colhidos indicativos de corrupção eleitoral apontando entrega de dinheiro e outras vantagens, promessa de cargo público, transporte ilegal de eleitores, movimentação de recursos financeiros não escriturados ou falsamente escriturados, entre outras irregularidades que caracterizam abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio.

A ação foi apresentada no dia 29 de dezembro de 2020.

O OUTRO LADO

A produção do Portal Douglas Cordeiro não conseguiu entrar em contato com os citados mas o espaço está aberto para suas defesas. 

Prefeito Edilson Capote