Motoristas de ônibus param novamente as atividades em Teresina

Os trabalhadores do transporte coletivo alegam que o salário do mês de janeiro não foi pago pelo donos de empresas de ônibus

19 de março de 2021, às 14:00 | Editoria de Municípios

Motoristas e cobradores pararam, mais uma vez, as atividades em Teresina, nesta sexta-feira (19/03).

Eles alegam que o SETUT (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina) não cumpriu o que ficou acordado em audiência no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), na última segunda-feira (15/03).

"Não pagaram o mês de janeiro que era para ter sido depositado ontem (18/03) por isso paramos novamente e só vamos voltar quando nosso salário for pago", disse um motorista que pediu para não ser identificado.

O SETUT enviou uma nota sobre o repasse do dinheiro.

NOTA DO SETUT

O SETUT esclarece que a Prefeitura de Teresina garantiu ao presidente da entidade, que faria o repasse da primeira parcela do acordo firmado, até esta quarta-feira (17/03). Contudo, isso não foi possível devido a necessidade de assinatura do SINTETRO numa minuta de acordo, com cláusula de compromisso de não haver greve.

O Sindicato dos Trabalhadores só foi contactado na quarta a tarde e pediu para que pudesse responder ao Município de Teresina, até a quinta-feira (18/03) e o pagamento então seria realizado nessa sexta-feira (19/03).

A entidade informa que segue aguardando o repasse de recursos ainda hoje pela manhã (19/03), para que seja feito o pagamento salarial dos trabalhadores. E que essas informações foram repassadas ao sindicato dos motoristas. O SETUT lamenta o atual cenário de impasses com os trabalhadores e os transtornos causados à população teresinense.

Trabalhadores alegam que o mês de janeiro não foi pago / FOTO: Portal GP1