Após calote e ameaçar gerente de cabaré, homem é preso no PI

Os militares foram acionados e empreenderam diligências, localizando o suspeito escondido em uma obra de construção civil

11 de março de 2021, às 15:00 | Wenddel Veras

Antônio Dias da Silva, vulgo "Pitoco", de 38 anos, foi preso no início da manhã desta quarta-feira (10/03), por guarnição da Polícia Militar, comandada pelo Capitão Galeno, sob acusação dos delitos de ameaça e outras fraudes, ao se recusar a pagar uma despesa de R$130,00 (cento e trinta reais) gerada no Bar Casa de Mel de Sotiê, em Cocal, município da região Norte do Piauí.

Segundo o apurado pelo Blog do Coveiro, o homem se deleitou com uma garota de programa e após o ato, saiu sem pagar a conta. Horas depois, por volta das 05h30, com o estabelecimento já fechado, o indivíduo retorna e invade a propriedade, tentando adentrar o imóvel pelo teto, no entanto, ao retirar algumas telhas, a ação é percebida pelos habitantes, que ainda foram ameaçados pelo sujeito que estava com uma arma de fogo (revólver) em punho, exigindo que o bar fosse reaberto.

Os militares foram acionados e empreenderam diligências, localizando o suspeito escondido em uma obra de construção civil situada nas proximidades de onde ocorreu os fatos. Ao ser abordado, Pitoco negou todas as acusações e em sua posse não foi encontrada a arma.

Diante das circunstâncias, os militares conduziram o suspeito para a Delegacia de Polícia Civil de Cocal, juntamente com a moto em que ele andava.

Ao dar entrada no distrito policial, um dos agentes civis reconheceram a moto e o suspeito, na qual as investigações o apontam como sendo o autor de um assalto ocorrido na semana passada, no dia 04, em que teve como vítima o Comercial Econômico, de propriedade da Ivonete Carvalho.

No roubo ao Comercial Econômico, o criminoso estava armado com um revólver, ocasião em que, com a maior tranquilidade e sem pressa, rendeu os servidores e clientes, subtraindo três smarthphones, uma quantia de R$400,00 (quatrocentos reais) e uma sacola com mercadorias. A ação criminosa durou mais de dez minutos e foi registrada por câmeras de vigilância.

"Até então não sabíamos a identidade desse indivíduo, mas no momento em que ele deu entrada na delegacia, um dos colegas ficou desconfiado e ao averiguar detalhadamente a moto e o conduzido e checar junto aos vídeos de uma ação criminosa praticada semana passada no comércio da Ivonete, não restou mais dúvidas. As vítimas e testemunhas vieram novamente aqui e ao baterem o olho nele o reconheceram sem hesitar. Em ato contínuo, a delegada representou pelo pedido de prisão preventiva em desfavor do acusado, que foi prontamente atendido pelo juiz Dr. Carlos Augusto", informou um agente civil ao Blog do Coveiro.

No final da tarde o investigado passou por exame de corpo de delito no hospital de Cocal para posteriormente ser transferido para a Penitencia Mista de Parnaíba, onde ficará recluso a disposição da justiça.

Antônio Dias da Silva

Veja mais acessando o Blog do Coveiro


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS