Acusado de matar professora é condenado a 31 anos de prisão no PI

Os jurados entenderam por maioria que o réu matou a Professora Adriana e que não deveria ser absolvido do crime

10 de junho de 2021, às 10:00 | Toni Filho

Acusado de assassinar a Professora Adriana Tavares, Francisco de Assis foi condenado a 31 anos e dois meses de prisão em julgamento realizado durante toda esta quarta-feira (09/06) no Fórum de Campo Maior. A pena foi proferida por volta das 18h.

Os jurados entenderam por maioria que o réu matou a Professora Adriana e que não deveria ser absolvido do crime. Os membros do júri não acataram a tese da defesa de “De Assis” que o crime foi cometido por valor moral e sob forte violenta emoção. Eles entenderam ainda que o crime foi cometido para que Adriana não fosse testemunha dos golpes de tesoura desferidos na ex-companheira Maria das Dores.

Pela morte da Professora Adriana Tavares, o réu foi condenado a 18 anos e nove meses de prisão. Já pela tentativa de assassinato contra a ex-companheiro, De Assis foi condenado a 12 anos e cinco meses. Juntas, as penas somam 31 anos e dois meses.

Leitura da sentença

Veja mais acessando o Portal Rapadura News