Em tempos de COVID-19, não se pode confundir medo com desumanidade

É simples aceitar o recebimento destes pacientes quando fazemos o simples exercício de se colocar no lugar de quem está precisando

15 de janeiro de 2021, às 10:00 | Editoria de Política

PASSANDO A RÉGUA

A polêmica envolvendo a vinda de pacientes com COVID-19 de Manaus para Teresina tem sido o assunto mais comentado em todo o Piauí.

De um lado, é razoável atribuir as críticas são pelo medo de faltar leitos para os piauienses. Mas hoje, no Piauí, a disponibilidade de vagas no setor público é maior do que em hospitais privados.

Nesta quinta-feira (14/01), o painel epidemiológico da Secretaria de Saúde mostra que 58,3% dos leitos clínicos estão disponíveis, 47,9% das UTIs desocupadas e 83,8% dos leitos de estabilização estão vagos.

Claro, receber pacientes de outros estados não pode virar regra porque a nossa situação de relativa tranquilidade pode caminhar para o colapso. Mas é simples aceitar o recebimento destes pacientes quando fazemos o simples exercício de se colocar no lugar de quem está precisando.

O medo ou desconhecimento não pode justificar a falta de compaixão e humanidade.


30 pacientes de Manaus virão para Teresina / FOTO: VEJA


POUCAS E BOAS

PACIENTES DE MANAUS I

Os 30 pacientes, com COVID-19, que chegarão de Manaus vão ser recebidos por uma equipe do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e outra do HU (Hospital Universitário) onde ficarão internados.

PACIENTES DE MANAUS II

Ao chegarem em Teresina, ainda no aeroporto, será feita uma triagem. Os pacientes mais graves vão ser transferidos de ambulância e aqueles que que estiverem com o quadro mais leva da doença, levado de van ou micro-ônibus.

PACIENTES DE MANAUS III

Dr. Pessoa, prefeito de Teresina, disse que é hora de dá as mãos. Segundo ele, a situação dos leitos destinados a COVID-19 na capital está controlada, é possível receber os pacientes.

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

O Hospital da Universidade Federal do Piauí já teve 68 pacientes com COVID-19 e hoje são apenas 3 internados. O médico Paulo Márcio, diretor do HU, disse que são 30 leitos para o tratamento da COVID-19 sendo 20 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

NOVO DESAFIO

Paulo Márcio disse que o desafio agora é dividir o Hospital Universitário em duas unidades. Uma estrutura para cuidar dos pacientes com COVID-19 e outra parte para receber quem procura atendimento para outras doenças.

EVENTOS CANCELADOS

Mais dois grandes eventos foram cancelados por conta da COVID-19. O famoso “ Zé Pereira” que já havia sido cancelado em Teresina, também não vai acontecer em José de Freitas e Timon-MA.

PERMANECE RACHA NO PDT

São dois grupos. Um, liderado pelo vereador de Teresina, Evandro Hidd e o ex-prefeito de Timon, Chico Leitoa e outro comandado por Francisco Pedrosa e Paulo Henrique Pinheiro que já aderiu a base de apoio do prefeito de Teresina.

SEGUNDO CAPÍTULO

A Superintendência de Desenvolvimento Rural agora é o alvo preferencial do grupo que queria a divisão da SDU Sul. Já falaram com o presidente da Assembleia Legislativa, Deputado Estadual, Themístocles Filho.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

No Piauí, em 2020, os casos de feminicídio diminuíram 6,9%. Os dados do Centro de Referência Esperança Garcia mostram que a violência contra a mulher aumento 5 vezes quando se compara os números de 2020 com 2019. Os atendimentos saltaram de 384 para 1.983 mulheres atendidas.

REUNIÃO DO MDB

O MDB vai realizar uma série de pesquisas par direcionar as ações do partido em 2021. Os levantamentos vão incluir perguntas sobre as eleições de 2022. O partido aumentou o número de prefeitos em todo o Estado.


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS