Marcos Aurélio ou Castro Neto? Qual o vice de Rafael Fonteles?

Independente dos nomes, o fato é que PT e MDB estarão juntos e agora com a vitória de Dr. Pessoa em Teresina, a situação aposta em uma chapa competitiva

06 de janeiro de 2021, às 11:00 | Douglas Cordeiro

Prefeitos, vice-prefeitos e vereadores já assumiram seus cargos. A eleição de 2020 passou e vai ser lembrada por manter a tradição democrática, mas também por contribuir para o aumento nos casos de COVID-19 em todo o Brasil.

Agora, todos estão com suas atenções voltadas para 2022. A sucessão do governador Wellington Dias é a pauta do momento.

Mas uma novidade surgiu nos bastidores políticos sobre a provável chapa de situação. Novidade? Bom, nem tanto. Pelo menos em relação aos partidos que vão compor a aliança governista.

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, é apontado como candidato a governador do Estado. Wellington Dias, novamente, será candidato ao Senado Federal. Uma fonte ouvida pelo Portal Douglas Cordeiro disse que o MDB indicará o candidato a vice-governador.

Dois nomes estão sendo ventilados. Um deles é o Deputado Federal Marcos Aurélio. Neste cenário, a vaga na Câmara Federal seria trabalhada para Castro Neto, Diretor-Geral do DER e filho do senador Marcelo Castro. O outro cenário, é Castro Neto como candidato a vice-governador. Neste caso, Marcos Aurélio continuaria como Deputado Federal, com uma candidatura reforçada para 2022.

A fonte ­­não informou sobre o PSD, de Júlio César e Georgiano Neto. Mas apostou que o partido, o segundo com o maior número de prefeitos, fica na situação.

Castro Neto e Marcos Aurélio / FOTOS: Portal GP1